Quando você está no caminho certo, mas a dúvida vem

Você decide que vai à praia nesse final de semana. É o que mais deseja naquele momento. Trata de lavar o carro e arruma as malas. Chega o dia! Mal se cabe de tanta felicidade que não vê a hora de enfiar os pés naquela areia fofa. Pega a estrada e começa a chover. Pensa se não é melhor parar um pouco naquele posto de gasolina. Não, dá para continuar. Você dobra a atenção. Entra em um túnel e logo que termina, avista um arco íris lindo atrás de um Sol ainda tímido. Fica feliz de não ter esperado no posto, iria perder essa cena. Você aumenta a velocidade e se distrai com a paisagem que encontra. Não enxerga um… dois buracos no asfalto. Chega a bater a cabeça no teto do carro. Dói um pouco, mas está tudo bem, foi só um susto. Corre menos. Coloca sua música preferida e vai, curtindo cada instante imaginando o mar calmo e azul que te espera. Logo avista um mar de carros parados a poucos metros do seu. Trânsito caótico. 30 minutos se passam parado na estrada. Você não desliga o motor, sua gasolina cai pela metade e você nem se dá conta já que está conversando com o vizinho. Mais um tempo passa. Adeus gasolina. “E agora? Devia ter abastecido naquele posto.”, repensa. Sai do carro e começa a dar socos na lataria. “Belo dia que decidi vir à praia.” Quando já estava para desistir, aquele cara com quem minutos antes você conversava lhe oferece um pouco da sua gasolina. Aos poucos o trânsito volta a fluir, finalmente você chega à praia e só sabe gritar: “Faria tudo de novo!”.

Se a gente sabe que está na direção certa porque lá na frente existe um propósito, se você se diverte no dia a dia, se seus olhos brilham quando você pensa em tudo que já ganhou, o que está ganhando e o que vai ganhar fazendo tudo que faz, então para que desistir? Equívocos, pessoas erradas, tarefas chatas, mudanças de planos, pausas para um respiro, tudo ajuda a construir aquela ponte por onde desejamos passar para chegar ao topo. Se o desânimo não consegue tomar conta porque você sabe aonde quer chegar e porque o prazer no que faz é maior do que os desprazeres inevitáveis, não duvide de que esse é seu combustível para seguir em frente, olhando para trás apenas para aprender e ser melhor daqui para frente.

Estamos vulneráveis a pegar a estrada errada e só mais tarde descobrir que não te leva aonde quer chegar, mas aí você coloca seu GPS e o deixa recalcular para continuar a seguir seu destino. Talvez seu caminho seja mais longo do que o esperado, talvez você ache um atalho, talvez tenham poucos buracos nessa estrada, talvez algumas pessoas te orientem, talvez tenha muita chuva, talvez muito Sol, não dá para adivinhar. Só não duvide daquilo que você já sabe.

E continue.

Por Luana Lie, Coach de Alta Performance | www.luanalie.com.br

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s